terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Cidade Nova V - Rua Correia Vasques

postagem original: 06/03/2013
última atualização: 12/12/2017


Mais um interessante exemplo de arquitetura do início do século XX, que (aparentemente) reaproveita azulejos antigos, oriundos de demolições de outras áreas da cidade, decorrentes das transformações urbanísticas promovidas naquele momento, para promover o "afrancesando" do Rio de Janeiro.

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Centro XXVIIb - rua do Carmo

data da postagem original: 04/01/2013 

Em outubro de 2012 eu fiz uma postagem sobre um pequeno oratório, dedicado à Nossa Senhora do Cabo da Boa Esperança, na rua do Carmo, que pertence à Igreja da Ordem Terceira do Carmo. Esta postagem pode ser consultada neste link >>.

foto de Fábio Carvalho

sábado, 25 de novembro de 2017

terça-feira, 7 de novembro de 2017

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Centro LX - rua da Conceição


Nesta postagem vemos azulejos franceses, da fábrica Choisy le Roi, provavelmente do início do séc. XX, aplicados curiosamente não numa fachada frontal, mas na lateral de um sobrado, alinhados pelas (feias) janelas de uma área interna desta lanchonete. Chega o doer não apenas a feiura da lateral do imóvel, como o aspecto de beco abandonado, com a pichação e as partes móveis da porta da lanchonete assim encostadas na parede.

domingo, 24 de setembro de 2017

Saúde XVIII - rua Sacadura Cabral

data da postagem original: 11/09/2017
última atualização: 24/09/2017


Nesta postagem vemos um sobrado que, apesar de apresentar o ano de 1899 em sua platibanda, provavelmente sofreu alterações muitos anos depois, pois esta mesma platibanda e seus ornamentos em nada parecem com algo que teria sido feito em 1899.

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Centro LXI - rua da Alfândega

A gente sempre acha que já raspou o tacho, para logo descobrir que ainda há mais um restinho lá escondido num canto. Hoje veremos um sobrado comercial na região do Saara no Centro do Rio.


Localizado no centro histórico do Rio de Janeiro, o SAARA (sigla da Sociedade de Amigos das Adjacências da Rua da Alfândega) é considerado o maior shopping a céu aberto do Estado. Formado por onze ruas nas adjacências da Rua da Alfândega, reúne mais 800 lojas, a maioria voltadas para o comércio popular. A região foi originalmente ocupada por imigrantes de diferentes nacionalidades no final do século XIX, que montaram pequenos negócios para o sustento da família. A arquitetura antiga das lojas que compõem o Pólo ainda está (relativamente) preservada mantendo (uma certa) aparência da época. [fonte (editado) >>] Veja neste blog [>>] um resumo do comércio do Saara.

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Alto da Boa Vista IX


Pico da Tijuca - Rio de Janeiro - RJ - Brasil
(provável reaproveitamento a partir das demolições em massa no centro do Rio na década de 1940)
padrão: Holanda
cercadura: Espanha (?)
fonte [>>]

Centro LIX - rua do Lavradio



Nesta postagem vemos dois azulejos recuperados de uma demolição interna para remodelação de um sobrado na rua do Lavradio. Estes azulejos são de origem espanhola, expandindo assim ainda mais a presença de azulejos antigos deste país no Rio de Janeiro.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Gamboa IIb - rua Sacadura Cabral

data da postagem original: 13/10/2012
última atualização: 12/09/2017


Nesta postagem vemos em fotos melhores este belo sobrado com ares de chalé, todo revestido com azulejos franceses.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Saúde XIIIb - rua do Jogo da Bola

postagem original: 07/10/2016
última atualização: 09/08/2017

Volto agora a este imóvel no bairro da Saúde, 4 anos após a publicação original aqui no blog [>>] pois hoje, por acaso, "passeando" num site recém descoberto chamado "Reflexos do Porto: Guia do Azulejo na Cidade" [>>] achei o azulejo de padrão usado como friso nesta simpática casa, infelizmente tão adulterada.


sexta-feira, 21 de julho de 2017

Centro XLIIIb - rua do Teatro - DESTRUÍDO

Infelizmente, uma tragédia anunciada, que está apenas esperando o acaso dar seu "empurrão" final, aconteceu, mesmo que parcialmente. A fachada da rua do Teatro, que há 4 anos recebeu uma postagem neste blog [>>], sofreu um desabamento parcial.