sobre o blog

Este blog surgiu para dar vazão ao crescente número de posts que eu vinha fazendo sobre azulejos antigos em meu blog original, o Porcelana Brasil, que é orientado para a história da indústria de louças no Brasil.

Desta forma, o assunto Azulejos Antigos no Rio de Janeiro fica aqui mais focado, e mais fácil de ser pesquisado pelos que também se interessam pelo tema, e o blog Porcelana Brasil permanece mais fiel ao seu objetivo inicial.

Meu interesse por azulejaria antiga começou a partir das aulas que tive em maio de 2009, quando cursava como ouvinte o Mestrado de Arqueologia do Museu Nacional (UFRJ), com a querida professora Dora Monteiro e Silva de Alcântara, autoridade máxima sobre azulejos antigos no Brasil, bem como no exterior. Naqueles breves e intensos dias de aulas teóricas e excursões por museus e igrejas, a poucos dias do meu aniversário, foi inoculado em mim o vírus da gripe do azulejo, gripe que de imediato me abriu os olhos para algo que estava ali, pelas ruas de minha cidade natal, e eu sequer notava. Mas esta gripe ainda haveria de me levar por caminhos insuspeitos.

Em 2011 fui convidado a participar do projeto "Bordallianos do Brasil", o que me levou até Caldas da Rainha, em Portugal, para conhecer e reinterpretar a obra do grande e multifacetado artista português Bordallo Pinheiro. Na ocasião aproveitei para rever Portugal, onde só havia passado pouco mais de uma semana em 1994. E depois de um mês neste encantador país, me tornei um apaixonado por tudo o que diz respeito à gente e às terras lusas. E se já era um interessado pela azulejaria, a partir de então tornei-me um verdadeiro viciado nas plaquinhas coloridas e brilhantes.

De volta ao Brasil, aquela bela e melancólica palavra que só há em nosso idioma - saudade - tanto me apertava o peito que precisava achar um meio de, mesmo que apenas afetivamente, me manter em conexão com Portugal. E assim comecei a "caçar" os azulejos antigos no Rio de Janeiro. E desta caça, vieram as fotos, as pesquisas, e finalmente, este blog.

6 comentários:

  1. Olá Fábio, parabéns pelo blog tão rico em informações; estou pesquisando azulejos portugueses para uma amiga pintora e acho que o vírus a que vc se refere já me contaminou rrss.Encontrei na Ladeira em que descemos da Igreja do Outeiro da Glória, um portal antigo com 2 tipos de azulejos e telhas pintadas.Vc conhece o local?Gostaria de confirmar se os azuis e maiores seriam portugueses;vou ver se consigo lhe enviar as fotos que fiz.Gratíssima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Matilde, seja bem vinda!
      Obrigado por suas carinhosas palavras.
      Você deve estar falando deste pórtico:
      http://azulejosantigosrj.blogspot.com.br/2014/10/gloria-ii-ladeira-de-nossa-senhora.html
      os telhões são portugueses, os azulejos nas laterais quase certo que sejam holandeses, mas ainda não pude confirmar, os acima do arco do portão não faço idéia, mas não acredito que sejam portugueses não.
      Eu já fiz fotos melhores, mas ainda não publiquei.
      abraços!

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Olá, Fabio!

    Gosto muito de pesquisar sobre casarões e lugares históricos. Em uma dessas minhas buscas achei seu blog. Gostaria de enviar uma foto da residencia onde minha vó viveu e minha mãe continua a residir. Acho que vc vai gostar. abs, Fernanda

    ResponderExcluir
  4. Acabei de conhecer o blog, através do "Rio que o Rio não vê" e já adicionei no meu RSSfeed. Parabéns pelo belíssimo trabalho de resgate destes pedaços de nossa História.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Obrigado pela visita Flavio! Fico feliz que tenha gostado.
    abraços!

    ResponderExcluir